You are here

Posso optar pelo clampeamento tardio do cordão e ainda assim armazenar o sangue de cordão umbilical?

O clampeamento tardio do cordão pode ser efetuado se o sangue de cordão se destina ao armazenamento privado (de família), mas se o seu objetivo é doa-lo ao sector público o clampeamento tardio do cordão não é recomendado.

O objetivo do clampeamento tardio do cordão é permitir que algum do sangue presente no cordão umbilical volte ao bebé. Existe uma maior probabilidade de conseguir faze-lo durante os primeiros 30-60 segundos após o nascimento. Ao esperar depois desta janela de tempo não irá fazer com que o bebé receba um maior volume de sangue e irá fazer com que a quantidade de sangue de cordão umbilical disponível para recolha seja bastante inferior. Quando o fluxo sanguíneo no cordão umbilical diminui, o sangue começa a coagular o que dificultará grandemente a missão de recolha do mesmo.

É sabido que o clampeamento tardio do cordão vai resultar em menores volumes de sangue de cordão umbilical recolhidos. Uma vez que nos bancos privados (de família) o armazenamento de sangue de cordão não tem um limite de volume recolhido muito restritivo, a recolha e o clampeamento tardio de cordão podem co-existir. Estas amostras poderão também ser utilizadas em terapias que não necessitam de grandes doses de células estaminais. Por exemplo: o clampeamento tardio de cordão pode ser praticado se pensar em utilizar as células que está a armazenar para paralisia cerebral ou autismo. O mesmo não é válido no caso de precisar das células para um transplante de células estaminais hematopoiéticas para um irmão mais velho: nesse caso a prioridade é armazenar o maior número de células possível.

Referências:

Delayed clamping of the umbilical cord after delivery and implications for public cord blood banking. Allan DS et al. Transfusion. Mar 2016; 56(3):662-5. doi: 10.1111/trf.13424
Timing of Umbilical Cord Clamping and Impact on Cord Blood Volume Collected for Banking. Rodica Ciubotariu, MD PhD, Dec. 2016 Parent's Guide to Cord Blood newsletter