You are here

Uma criança com cancro pode ser tratada com o seu próprio sangue de cordão umbilical?

Em determinados casos uma criança pode ser tratada com o seu próprio sangue de cordão umbilical e há algumas dezenas de casos registados de amostras vindas de bancos de sangue de cordão de família. Cancros infantis representam menos de 1% de todos os cancros diagnosticados todos os anos. O cancro infantil mais comum é a leucemia e temos um FAQ especializado onde se explica que uma criança com leucemia tem de receber sangue de cordão de um dador e não o seu próprio sangue de cordão. Contudo crianças com tumores sólidos como é o caso do neuroblastoma, meduloblastoma ou retinoblastoma podem receber o seu próprio sangue de cordão umbilical. O primeiro caso registado a nível mundial foi em 1998 onde o uma menina no Brasil utilizou o seu próprio sangue de cordão umbilical quando desenvolveu um neuroblastoma.

Referências:
American Cancer Society - Key statistics for childhood cancers
Ferreira E et al. 1999; Bone Marrow Transplantation 24(9):1041. PMID:10556967